FOI ASSIM


Sandra Eliane Radin



Finalmente tomei a decisão que dará um novo rumo a minha vida. Como que saída de um pesadelo, me vejo na rua.
Estou sem bagagem física, mas carrego uma pesada bagagem emocional. Não tenho pressa para chegar em lugar algum. A minha pressa é a de um dia poder juntar todas as minhas partes perdidas, esquecidas ou amordaçadas.
Trouxe o essencial:, todos os meus pedaços: fragmentos de mim mesma. Deixei para trás tantas coisas mas principalmente o sonho sonhado e não vivido.
Agora, pensei eu, preciso me debruçar sobre toda esta vida não vivida que está latente dentro de mim. É imperioso que eu me permita libertar ao menos algumas partes dessa minha vida e, aos poucos, ir me recompondo, me reconectando comigo mesma para seguir em frente.
A semelhança dos pássaros que migram em busca de alimentos e condições meteorológicas, migrei em busca do alimento para a alma aqui traduzidos como a paz, o afeto e amorosidade de familiares e amigos neste processo de nutrição e reconexão comigo mesma.
Aproveitei o meu tempo de hibernação para ouvir o meu corpo, saber o que ele queria, o que ele me sinalizava, o que precisava ser reconstruído, acordado, retirado da sombra, curado e trazido à luz.
Era importante saber como eu iria permitir afetar e ser afetado. pelos outros e pelos mundo pois segundo Espinosa, filósofo do século XVII, é a partir do auto-conhecimentos que percebemos como a natureza nos afeta e interage, nos permitindo a escolha daquilo que aumenta nossa potência e possibilita que façamos bons encontros na interação com os outros e consigo mesmo nos brindando assim com o prazer e a alegria.
E, assim eu fiz: me ouvi, me nutri, fiz striptease de sentimentos e de dores obsoletas, no tempo que me foi possível e, feito uma fênix, ressurgi com mais força e garra na reconstrução da minha vida pessoal e profissional. Juntei pedaços, joguei fora tantos outros pedaços e, feito Perséfone, ressurgi do mundo infernal de Hades para assumir o meu lugar no mundo.
E agora estou aqui como sempre desejei. E assim falei

voltar

Sandra Eliane Radin

E-mail: radinser@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 7898

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose