TRANSGRESSÃO


Sandra Eliane Radin




Fui e sou muito feliz por todas as transgressões que vivemos junto, disse em um sussurro fixando seu olhar sobre aquela foto amarelada em que com ele, seu pai, dançava a valsa de seus 15 anos e,
Sorrindo se dá conta que a transgressão é um ato de amor, de vida, de não aceitação passiva do que não nos traz felicidade

voltar

Sandra Eliane Radin

E-mail: radinser@hotmail.com

Clique aqui para seguir esta escritora


Pageviews desde agosto de 2020: 7897

Site desenvolvido pela Editora Metamorfose